Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Pedacinhos do meu lar

Imagem
Uma vez eu te falei que não me sentia muito em casa, aquela coisa de "lar", morando no Rio. Por mais que eu amasse muito, é difícil morar em um lugar onde você não foi tão bem-vinda assim por ser paulista, e a primeira impressão me fez querer fugir dali. Difícil também, desconstruir essa imagem de "férias" que essa cidade tem para mim, era como se eu fosse voltar para algum lugar, algum dia... mas não sabia onde nem quando, porque minha infância toda mudei de cidade em cidade, e não sabia ao certo qual era meu lar. Se me perguntassem, não me sentia perto dos cariocas nem perto dos paulistas. Talvez meu lar fosse em um lugar em que eu nunca morei, mas onde eu sempre fui para visitar o resto da família. Ah, acho que também não... E então, quando te expliquei tudo isso, você me fez uma pergunta tão simples, mas que apontava para a resposta certa: "Eu faço você se sentir em casa?". Eu demorei a responder por alguns minutos porque nunca tinha parado para pensa…

Decepções na sua porta 2.0

Imagem
E entre vindas e partidas, Você disse vem... E lá estava eu de novo Eu que tinha jurado que meu amor, Você perdeu. Você me prometeu uma cama, Um sofá, uma tartaruga e um cachorrinho Prometeu até me fazer gostar de gatos Prometeu cozinhar estrogonofe pra mim Prometeu cuidar das minhas cólicas Prometeu enxugar minhas lágrimas Você prometeu me acordar Todos os dias, com beijos antes da faculdade. Você me prometeu uma casinha pequena, Para dois e bem apertadinha Você me prometeu séries e filmes todas as noites Prometeu viagens nos feriados Prometeu sorrisos e provocações Prometeu ser meu lar Você me prometeu amor Prometeu me fazer a mulher mais feliz do mundo. Então eu aceitei. Te dei mais uma chance Percorri toda aquela calçada mais uma vez Dei "oi" pro seu porteiro,já cansado de me ver tantas vezes ali... Te esperando. Entrei. Te abracei. Me alegrei. Despertei. Um dia, cheguei. A fechadura já não era a mesma. Você a trocou. E eu esperei no corredor. A luz acen…

15 passos

Imagem
Eu só queria que eu ainda pudesse ser seu colo. Que você corresse pra mim pedindo pela calmaria que eu te dava. Que você deitasse aqui nos meus palitinhos que chamo de perna e eu entrelaçasse meus dedos em seu cabelo fazendo um carinho bem gostoso. Que você me ligasse chorando e jurando que nenhuma lágrima havia caído. Que você estivesse explodindo de raiva e eu te fizesse dar aquela risada tão gostosa. Eu queria, eu juro que ainda queria ser esse seu encosto. Dói-me pensar que você está por ai se sentindo perdido e sem amparo. Mas como você mesmo vivia me dizendo, as coisas não acontecem só porque a gente quer. E é por isso que eu tive que ir. Ei, não fica assim não, promete?! É pro seu bem, eu juro juradinho. Não, minhas palavras nunca foram falsas, sempre te disse que queria você por perto mesmo que fosse só nas lembranças, sempre te disse que meu amor por você não deixaria de existir e sim, ficaria guardado em uma gavetinha. Mantenho minhas palavras e infelizmente, chegou a hor…